, ,

Grandes marcas em redes sociais. Bom ou ruim?

As redes sociais vão ganhando mais e mais atenção das marcas no âmbito do marketing e comunicação. Desde a pequena padaria que aproveita o twitter para avisar quando pão está fresquinho, até os grandes players dos maiores mercados.

E é exatamente sobre esses últimos que quero discutir com você.

As grandes marcas vêm se esforçando para entender como atuar nas redes sociais, quais práticas são benéficas, quais dão errado e como diabos eles podem fazer dinheiro com isso. De preferência, muito.

E como isso afeta as pessoas? Essa imersão é boa ou ruim para os tais consumidores?

Por um lado, podemos analisar que quando as grandes marcas, essas que tem seus milhares de fãs, seguidores e até evangelistas, entram de cabeça nas redes sociais, de certo modo destroem a legitimidade dos consumidores.

Quebram a pureza das redes sociais, onde gera-se muito conteúdo sobre as marcas, sobre suas atitudes e seus reflexos na vida das pessoas. Conteúdo puro, sem estímulo qualquer da marca forçando algum bate-papo.

Por outro lado, as redes sociais forçam a transparência dessas empresas não apenas na comunicação, mas em todo o processo de concepção de produto, distribuição, atendimento, marketing, etc.

Com essa transparência, vêm o feedback das pessoas. Com o feedback, vem a possível melhora do produto e até a elaboração de produtos sob demanda.

E então? É bom ou ruim, para as pessoas (consumidores), as grandes marcas participarem ativamente em redes sociais?
por: Sim viral

0 respostas

Deixe uma resposta

Que tal deixar um comentário?
:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *